Livro: A vizinha antipática que sabia matemática – Eliana Martins

20200229_103750_

Quem nunca baixou um livro pela capa? Assim foi como cheguei até A vizinha antipática que sabia matemática. O livro é narrado em 1ª pessoa, então sabemos pelo próprio personagem principal o desenrolar de toda a história. Logo no início sabemos que Theo não gosta de matemática.

Até que um dia, ele vê uma mudança chegando para a casa ao lado da sua e avista uma senhora com cara de avó. De início ele a achou bem antipática, pois não perguntou nada sobre quem era ele, muito pelo contrário, deu uma assoada no nariz na cara dele. Por se chamar Theo, ela perguntou se era apelido de Theobaldo ou outro nome assim, mas não.

Nas primeiras conversas, a vizinha que chama-se Maria Lúcia, fez uma brincadeirinha com relação ao número de sua casa e explicou ser professora aposentada de matemática. Ela e Theo foram conversando sobre o pai da matemática e sobre um Manual do Sábio Matemático que continha um segrego.

Para Theo ter acesso a esse segredo, ele teria que passar por diversos testes/desafios sobre matemática. Cada semana, a vizinha deixava em sua casa um envelope com os desafios da semana e no final de um mês ele teria o resultado. No final, ele acabou vendo que a matemática não era tão ruim assim e tinha até gostado.

O livro é uma leitura bem rápida e recomendo a todos que tenham alguma dificuldade com a matemática.

ONDE ENCONTRAR: https://amzn.to/3cj2UKu

Autor: Eliana Martins
Editora: Melhoramentos
Ano: 2014
Páginas: 56

Meu Kindle 10ª geração

 

No meio do ano passado troquei meu aparelho antigo (8ª geração e sem luz) para um Kindle da 10ª geração que já vem com luz embutida. Nem preciso dizer que foi amor à primeira vista. Assim que o peguei em mãos já senti diferença em relação a iluminação. O modelo branquinho suja um pouco, mas com cuidado e colocando a capinha protege super bem.

O bom de ter um leitor digital é a facilidade de levá-lo na bolsa para qualquer lugar que você for. Eu mesma já li durante a espera de uma consulta e em fila de bancos. Sem contar que cabe uma infinidade de títulos e ocupa pouco espaço no aparelho. Você pode carregar aqueles calhamaços sem preocupação de peso. Não posso esquecer de falar que a leitura no Kindle é bem mais confotável aos olhos comparado a leitura no celular.

O modelo que tenho está saindo por R$349,00 mas fiquem de olho que vira e mexe tem promoção! Se você quer investir um pouco mais tem a versão Kindle Paperwhite, que também tem iluminação embutida e resistente à prova d’água. Vou deixar o link dos dois modelos para vocês conferirem:

 

Livro: Sejamos todos feministas – Chimamanda


A autora vai contar a conversa dela com seu amigo na juventude Okoloma, onde ela é chamada de feminista pela primeira vez e nem sabia o que era isso. O livro tem trechos maravilhosos e a gente se pega pensando em como a sociedade ensina certos valores para as mulheres diferentemente dos homens.

Deixo abaixo algumas citações para vocês entenderem o nível desse livro.

“O casamento pode ser bom, uma fonte de felicidade, amor e apoio mútuo. Mas por que ensinamos as meninas a aspirar ao casamento, mas não fazemos o mesmo com os meninos?”

“Ensinamos que, nos relacionamentos, é a mulher quem deve abrir mão das coisas. Criamos nossas filhas para enxergas as outras mulheres como rivais – não em questões de emprego ou realizações, o que, na minha opinião poderia até ser bom – mas como rivais da atenção masculina.”

“Ainda hoje, as mulheres tendem a fazer mais tarefas de casa do que os homens – elas cozinham e limpam a casa. Mas por que é assim? Será que elas nascem com um gene a mais para cozinhar ou será que, ao longo do tempo, elas coram condicionadas a entender que seu papel é cozinhar?”

ONDE COMPRAR: https://amzn.to/2LabduH